Categoria: Um Fartar de Vilanagem

Quando um telespectador olha para o pequeno ecrã, vê um produto acabado e, muitas vezes, não consegue imaginar o que está por detrás daquela reportagem, ou as horas de trabalho que foram precisas para produzir dois ou três minutos de emissão. Ora, neste espaço vou falar desse lado invisível da caixinha mágica e dos momentos que mais marcas me deixam, nas histórias de bandidos que acompanho diariamente.

Terra Sem Lei

Em reportagem, Já me apontaram armas de fogo, já me ameaçaram com arma branca, já me tentaram bater, atropelar e apedrejar. Felizmente nunca me conseguiram fazer mal. Porém, em nenhuma dessas circunstâncias me senti tão desconfortável, tão apertado, como na reportagem que fiz no…

A Bela e os Monstros

Eis um pedacinho do Programa da Cristina – a malta do crime!

Nas Profundezas dos Bastidores (Com Video)

Há imagens que não mostramos em reportagem. Porque não podemos. Porque não conseguimos. Ora por motivos éticos, ora porque nos morde a consciência, ora porque assumimos com alguém um compromisso de honra para não o fazer. Há imagens que ficam só para nós. Algumas…

Como Apagar Fogo Sem Uma Gota de Água (Com Video)

Tenho andado por Monchique e Silves durante esta semana. Tenho visto a destruição do costume, o desespero do costume, a desorganização do costume. Destruição provocada pelo fogo, desespero das populações, desorganização por parte de quem combate. Mas o tema que me leva a escrever…

Outra Vez as Chamas

Entre o Gueto e o Paraíso de Férias (Com Vídeo)

Se partirmos deste lugar, a pé e em linha recta, chegamos à praia em cerca de 10 minutos. Mas neste bairro que fica paredes-meias com as praias da Costa da Caparica, com hotéis e restaurantes de gabarito reconhecido, não há sequer saneamento básico. Umas…

Quando Uma Reportagem Ajuda a Resolver Um Desaparecimento

Alerto desde já que o melhor neste post está guardado para o fim. Vale a pena ver a mãe quando explicar o que sentiu quando reencontrou o filho, no segundo video. Mas vamos primeiro à história… O Diogo Valentim tem 14 anos. Ao longo…

Como Sobreviver ao Regresso ao Trabalho

A depressão pós-férias é das doenças sazonais que mais ataca por estes meses do Verão. Então não é que depois de duas semaninhas de descanso, banhos de sol e cama até tarde, o despertador volta a atacar logo pela manhã (quase de madrugada). Às…

Ignorância sem Limites

Foi neste estado que ficou uma jovem de 21 anos depois de ter sido agredida por um segurança de uma empresa privada, que durante a madrugada desempenhava funções como fiscal num autocarro dos STCP, no Porto. Porquê? A miúda passou à frente de uma…