Olha Sem Pés, Papá!

O Afonso é um miúdo tímido. Quando lhe perguntam o nome, responde baixinho. Quando lhe perguntam a idade, apenas mostra cinco dedos. Se lhe derem uma bola, ele atira-a para o meio dos outros putos e fica a vê-los jogar. Mas se lhe dão um instrumento musical ou um veículo para as mãos, seja de duas ou quatro rodas, a história muda de figura. Aí torna-se afoito e que gosta de arriscar.

Hoje fomos dar uma volta de bicicleta e ele deixou bem claro que passeio sem acrobacias já nem é passeio. Ora tirava os pés dos pedais, ora tirava as mãos do guiador. Só não experimentou as duas acrobacias ao mesmo tempo. Para já.

Certo dia, um génio criativo que é também o homem mais rico do mundo, de seu nome Jeff Bezos, disse em entrevista, que deixava os seus filhos brincar com facas aos quatro anos e, os aos sete, com rebarbadoras. “Quero deixá-los correr os seus riscos e ensinarem-se a si mesmos a serem desembaraçados – uma qualidade chave tanto em negócios como no dia-a-dia. Prefiro ter um filho com nove dedos do que uma criança que não resolva problemas”, afirmou o patrão da Amazon.

Ora eu não pus o Afonso a brincar com facas aos quatro. Nem o vou incentivar a brincar com rebarbadoras aos sete. Mas percebo o senhor Bezos, quando ele se refere à capacidade das crianças arriscarem e resolverem problemas. Talvez seja esse o mais valioso trunfo do qual eles se podem socorrer pela vida fora.

Portanto, à falta de facas e rebarbadoras, adoro que ele tente guiar a bicicleta sem pés ou sem mãos. E, para já, ainda com dentes.

Written by Luís Maia

Luís Maia nasceu a 15 de Outubro de 1976, na Póvoa de Varzim. Licenciou-se em Comunicação Social no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Em 1999 trocou um emprego em part-time, num call center, por um estágio remunerado somente com senhas de refeição, na redação da TVI. Iniciou aí uma carreira de repórter que o levou a produtoras como a Duvideo, Teresa Guilherme Produções e Comunicassom, para além do jornal 24 Horas e de estações como a TVI e a SIC. Entre 2008 e 2009 viveu em Angola, onde coordenou o entretenimento do primeiro canal privado daquele país, a TV Zimbo. Actualmente trabalha para a FremantleMedia, fazendo reportagens em directo no segmento de actualidade criminal, do programa Queridas Manhãs da SIC. É baterista reformado, ex-futuro jogador de poker. Mas é, sobretudo, marido, pai e, segundo consta, bom chefe de família.

2 comentários

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: