Eu Gosto do Natal

É uma época exageradamente consumista? Sim. É uma época em que muitas famílias se juntam quase por obrigação? Provavelmente. Mas é também a época em que, quase por decreto, há um pretexto para estar com aqueles de quem gostamos e com quem muitas vezes não temos oportunidade de privar ao longo do ano. E se, por vezes, a vida parece correr mais depressa do que nós, surripiando-nos o tempo que devíamos dedicar às pessoas e às coisas verdadeiramente importantes, então que haja um dia que seja, no qual não se aceitem desculpas para haver pressas ou ausências.

Não costumo estar muitas vezes com a minha família, mas prezo muito a família que tenho. No Natal, geralmente, tenho oportunidade de estar com eles. E agora somo a esse agregado, a família que eu próprio criei. Gosto do Natal por tudo isto.

Gosto do Natal porque ingerimos quantidades industriais de colesterol sem nos preocuparmos com as doenças cardiovasculares. É só por um dia. Ou dois.

Gosto do Natal por ver a felicidade das crianças a abrirem os presentes. É consumismo puro, mas também é só por uma noite. Durante o resto do ano não entupimos os miúdos de bugigangas nem de materialismo, que tanto os poderia desviar daquilo que é verdadeiramente importante na vida.

Gosto do Natal porque nesta altura sucedem coisas que parecem inalcançáveis no resto do ano. E a maioria delas são boas, mesmo aquelas que noutras épocas não o parecem.

Written by Luís Maia

Luís Maia nasceu a 15 de Outubro de 1976, na Póvoa de Varzim. Licenciou-se em Comunicação Social no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Em 1999 trocou um emprego em part-time, num call center, por um estágio remunerado somente com senhas de refeição, na redação da TVI. Iniciou aí uma carreira de repórter que o levou a produtoras como a Duvideo, Teresa Guilherme Produções e Comunicassom, para além do jornal 24 Horas e de estações como a TVI e a SIC. Entre 2008 e 2009 viveu em Angola, onde coordenou o entretenimento do primeiro canal privado daquele país, a TV Zimbo. Actualmente trabalha para a FremantleMedia, fazendo reportagens em directo no segmento de actualidade criminal, do programa Queridas Manhãs da SIC. É baterista reformado, ex-futuro jogador de poker. Mas é, sobretudo, marido, pai e, segundo consta, bom chefe de família.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: