Coincidências

Conheci a Susana, no bar dos estúdios da SIC, a 7 de junho de 2011. Nesse dia, ela foi ao meu programa fazer coro para a actuação do Rui Bandeira (sim, ela cantava, na altura). Contou-me depois que era suposto ter sido outra miúda a fazer aquele papel mas, por coincidência, acabaram por trocar.

Eu, que não bebo café, estava, nem sei bem porquê, talvez por coincidência, a preparar-me para beber um com a chefe de redação. A Susana açambarcou a minha chávena, assim que ela foi parar ao balcão. Diz que foi sem querer, que pensou que era para ela. E eu acredito. De qualquer forma, ofereci-lhe, cavalheirescamente, aquele shot de cafeína, esperando pacientemente pelo seguinte, que já estava a sair da máquina.

O que já não posso dizer que tenha sido coincidência, foi ter olhado para a perna da senhora minha esposa, que se esgueirava pela racha da saia, durante todo o tempo todo em que estive a beber o café…

Eu gosto de coincidências. A vida está cheia delas, quer no domínio afectivo, quer no profissional. As coincidências são, muitas vezes, oportunidades. E talvez seja por causa delas, que estou  hoje casado com esta giraça! Ou então, se calhar, foi por causa da racha da saia…

Foto: Revista VIP

One Comment on “Coincidências

  1. Sejam felizes para sempre….se puderem por eles…os vossos filhos que são o futuro do mundo e precisam de ser amados e respeitados um abraço para a família bonita que são.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: