O Improviso da Rua vs O Conforto do Estúdio

Depois de uma semana a chegar a casa ou ao quarto de hotel a cheirar a fumo, depois de uma semana a tomar banho ao fim do dia e a continuar a cheirar a fumo, finalmente, Monchique, Silves e Portimão, estão em paz.

As situações limite, acarretam sempre uma grande dose de adrenalina para quem está em reportagem. Na cobertura noticiosa do inferno das chamas, o calor, o fumo, a cinza e o perigo são os adereços do teatro de operações. E, muitas vezes, não há como lhes fugir.

Ontem troquei o improviso da rua, pelo conforto do estúdio. Ao fim de uma semana na guerra, não posso dizer que não sabe bem. O reverso da medalha é que quando chego a casa a cheirar a churrasco, a primeira frase que sai da boca da minha mulher é um “despe-te já”! Também não posso dizer que não gosto…

#elcorteinglespt
@elcorteinglespt

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: