Entre o Gueto e o Paraíso de Férias (Com Vídeo)

Se partirmos deste lugar, a pé e em linha recta, chegamos à praia em cerca de 10 minutos. Mas neste bairro que fica paredes-meias com as praias da Costa da Caparica, com hotéis e restaurantes de gabarito reconhecido, não há sequer saneamento básico. Umas quantas puxadas ilegais de electricidade, garantem que as antenas das operadoras de telecomunicações pululem nos tectos das barracas aqui construídas, também de forma ilegal. Às portas da praia. Às portas de Lisboa.

 

O que me levou àquele bairro, foi um homicídio, mas olhando para o cenário pelo qual fui engolido, o crime passou praticamente para segundo plano.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: