Nem Presidente Nem Adepto

Bruno de Carvalho teve tudo para ficar na presidência do Sporting durante 10, 20 ou 30 anos. Chegou ao cargo cheio de garra, conferiu ao Sporting uma pujança nunca vista no meu tempo de vida e ganhou títulos nas modalidades. Faltou-lhe ganhar no futebol. E talvez tenha sido esse o principio do fim do presidente deposto.

Mas é impossível liderar uma instituição com sucesso instigando contra antigos dirigentes, jogadores, adeptos descontentes, jornalistas, accionistas, ou toda e qualquer pessoa que manifeste opinião divergente.

É impossível liderar uma instituição com sucesso, assumindo apenas os louros da vitória enquanto se atira os espinhos da derrota na direção dos demais.

É impossível liderar uma instituição com sucesso, quando destilar ódio contra adversários é tão prioritário como a construção da causa própria. Aliás, no desporto não pode haver inimigos. Apenas adversários.

É impossível liderar uma instituição com sucesso, quando a afirmação exacerbada do ego pessoal se sobrepõe aos interesses do colectivo.

Bruno de Carvalho quis entrar para a história e conseguiu. Por ser o presidente deu garras afiadas ao leão. Mas também por ser o primeiro presidente destituído da história do clube. Na hora da despedida, o presidente-adepto, disse que jamais voltará ao estádio e jamais voltará a sofrer pelo Sporting. No fundo, já não quer ser presidente nem adepto.

Written by Luís Maia

Luís Maia nasceu a 15 de Outubro de 1976, na Póvoa de Varzim. Licenciou-se em Comunicação Social no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. Em 1999 trocou um emprego em part-time, num call center, por um estágio remunerado somente com senhas de refeição, na redação da TVI. Iniciou aí uma carreira de repórter que o levou a produtoras como a Duvideo, Teresa Guilherme Produções e Comunicassom, para além do jornal 24 Horas e de estações como a TVI e a SIC. Entre 2008 e 2009 viveu em Angola, onde coordenou o entretenimento do primeiro canal privado daquele país, a TV Zimbo. Actualmente trabalha para a FremantleMedia, fazendo reportagens em directo no segmento de actualidade criminal, do programa Queridas Manhãs da SIC. É baterista reformado, ex-futuro jogador de poker. Mas é, sobretudo, marido, pai e, segundo consta, bom chefe de família.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: